quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Na Calçada da Tapada /2)

Bem, cá estou de novo depois deste interregno natalício.


Não lhes vou esconder que o Jardim de Infância da Calçada da Tapada me tem dado que pensar. Tantos anos lá e tantas dificuldades em escolher o que escrever.

Isto, porque foram muitos anos, mas com algumas interrupções pelo meio.

E depois de cada interrupção o recomeço era mais difícil para mim. Estava mais velha, tinha havido alterações, as expectativas que as pessoas punham em mim eram cada vez mais altas e inconscientemente tinha receio de não conseguir corresponder. Também perdia o treino, até de registar

Então o que relatar? Pensei, pensei e fez-se luz. Já não é mau!

Mas antes desse relato, e depois do texto sobre o MEM, apetece-me dizer algumas coisas, do muito que tenho informalmente ouvido sobre o “Movimento”:


Sem comentários:

Publicar um comentário