sábado, 19 de dezembro de 2015

O Movimento da Escola Moderna para Iniciados

Já tinha dito que um dia iria aqui escrever sobre o Movimento da Escola Moderna, ou MEM como é mais conhecido. Como o blogue se intitula “A Escrita na Vida de Uma Educadora”, nada melhor do que socorrer-me de um trabalho de grupo, feito no âmbito do Mestrado em Administração e Gestão Educacional da Universidade Aberta. O grupo era constituído por mim, e pelos colegas Carla Mendes e Vítor Augusto. Como não queria um texto académico, tentei depurá-lo o mais possível. Uma pequena bibliografia virá no final.
Mas não pensem que é fácil fazer um texto simples, autêntico, dada a complexidade que a estrutura do MEM apresenta.
Essa complexidade deriva de vários factores:
MEM assume-se como uma Associação de Profissionais de Educação de todos os graus de ensino, (da educação Pré-Escolar ao ensino Universitário), que tem como principais finalidades, a auto formação cooperada dos seus associados, através da constante partilha e reflexão sobre as práticas pedagógicas e os materiais que vão elaborando, bem como a construção de propostas de educação e de formação democráticas, ensaiadas no quotidiano escolar com os alunos.
Os sócios, por sua vez, propõem-se desenvolver práticas educativas homólogas das que vão vivenciando na formação cooperada. Esse modelo de práticas educativas vai sendo ensaiado e aferido nas trocas sistemáticas de experiências e saberes entre os associados.

Para tornar ainda mais complicada a nossa explicitação, o MEM tem: - Um Passado; Uma História; Uma Cultura; que intimamente interligados, contribuem para se perceber o que é hoje o Movimento da Escola Moderna.

É um texto um pouco longo, no entanto espero que possa ajudar.


Sem comentários:

Publicar um comentário